Tuesday, September 13, 2005

DEFINIÇÃO

A chama queima o encantamento que liberta a respiração.
Ofegante a voz tranporta o passado de melodias suaves.
Na passagem dos movimentos há um vácuo obsoleto.
Não encontro distância que defina os teus olhos,
Nem palavras que descrevam a nostalgia.
São fardos que se acumulam na passagem dos dias.
São sonhos que se esquecem nos lençóis bordados,
São silêncios cravados a ferro na carne do prazer.