Sunday, April 23, 2006

FLORES

Estranha forma de vida esta de trazer palavras aos molhos.
Entrego textos como quem entrega flores...
São pedaços que alegram histórias que florescem.
Cruzo momentos em vivências alheias.
Escolho memórias de palavras editadas.
Espalho flores no quotidiano...
Mas arranco-as do meu jardim.
Corto pés de vivências e enfeito ao meu gosto.
Rasgo no tempo de alguém textos que ficam
E entro na sua vida com lembranças falsas.
Esta dádiva roubada com vaidade traz
Memórias obsoletas a vidas sem sentido.

1 Comments:

Blogger sem cantigas said...

palavras aos molhos
ou palavras sem molho
não sei o que será pior
:-)

7:15 AM  

Post a Comment

<< Home