Thursday, October 16, 2008

Dádiva

O pão está cortado na lâmina dos dias,
Trazes cada pedaço guardado no colo
Esperas inversamente a transformação em rosas.
Exala perfume de elixir ou luxúria convulsiva,
Por isso partes religiosamente nas horas
E saboreias casa pedaço em dádiva de Deus.

2 Comments:

Anonymous Anonymous said...

Muito bem...e eu posso saborear o pão?

2:21 AM  
Blogger MEL said...

Uma dádiva foram as palavras dedicadas ao meu "Ter apenas isto: borboletas com asas de chocolate".

Muito obrigada!!

Vou acompanhar atentamente a poesia e inspiração que aqui se respira!*

1:59 PM  

Post a Comment

<< Home