Friday, February 17, 2006

SIMPLESMENTE

Adante nos meus passos...Adagio na imaginação...Soturno na vida...
Trago melodias para respirar no meu resíduo espaço.
Trago palavras para expelir no meu mundo paralelo.
As linhas são exíguas e teimo em calcá-las,
e afundo os meus pés...
Já não sinto o chão que me indicaste
mas continuo a correr...
Continuo a escrever sem orientação nem propósito.
Continuo simplesmente...
Simplesmente procuro os fragmentos que me compelem à vida.
E o que é a vida senão a colecção desses fragmentos únicos.
Ciclo vicioso este em que nos colocamos quando tentamos viver.
Serão ataques ou espasmos...serão vicissitudes ou privilégios...
Palavras contudentes, atitudes reconhecidas, encontros simplesmente...
Simplesmente reconhecimentos em coisas pequenas...
A subjectividade da proporção daria para um manifesto.
A adjectivação de um texto complexo seria demasiada...
Não quero desperdiçar palavras neste mundo efémero,
Quero simplesmente registar que um dia eu passei por aqui...
Eu simplesmente vivi.

1 Comments:

Anonymous JM said...

Simplesmente fantastico...Parabéns!

4:02 PM  

Post a Comment

<< Home