Thursday, September 28, 2006

ESPERA

Na tentação das palavras escuto o silêncio das teclas fervilhantes.
Exercito os dedos na procura da cor dos teus braços cruzados e
Preencho uma página de encantamentos desencantados.
Na mensagem de querer fluir nos olhos floridos
Rascunho contruções metafóricas para poisares as asas.
Leio e releio o grito dos pássaros que ecoa na minha varanda suspensa.
Atiro a comida para a janela do meu quarto vazio de artifícios.
Deito-me na cama e ensaio as mãos para sentir o bicar nos meus olhos
na esperança que o bater das asas seja mais uma hora de prazer.

1 Comments:

Blogger Luís said...

Lá fora, nao se ouve nada?

4:59 PM  

Post a Comment

<< Home