Sunday, July 30, 2006

ANOITECE

Nas ondulações do silêncio vibram as ondas do teu olhar.
Pousam as gaivotas no limite da água que cai das tuas mãos.
Tudo pesa na paisagem do horizonte que anoitece permanentemente.

2 Comments:

Blogger AS said...

Que belo anoitecer... Pura poesia!

Um beijo Mónica...

4:04 PM  
Anonymous Anonymous said...

This is very interesting site... pharmacy sell adderall no prescription needed C h vacuum circuit breakers Where to send taxes

6:31 PM  

Post a Comment

<< Home